Statuses

Secundarismo anestésico em cirurgia de pterígio (auto-enxerto)

In medicina, oftalmologia, opinião, relato de caso, Uncategorized on maio 4, 2011 by elizabeth r. r. navarrete Marcado: , , , , ,

Paciente submetido à exerese de pterígio com auto-enxerto de conjuntiva. Pré-anestésico com Propofol seguido de infiltração anestésica peribulbar. Ambos procedimentos têm como efeito colateral potencial a ptose palpebral.

Além da ptose apresentava diplopia à supra dextroversão. Veio à consulta para uma segunda opinião, após 30 dias da cirurgia por estar ansioso quanto à recuperação do defeito palpebral. Ainda não havia percebido a diplopia até aquele momento uma vez que mantinha posição viciosa de cabeça quando precisava utilizar a mirada em que fazia a diplopia.

A PIO foi de 40mmHg neste olho e 14 no olho contra-lateral. Estava em uso de corticóide tópico desde a cirurgia.

Reencaminhado ao médico de origem.O relato tem por objetivo relembrar que não apenas a anestesia  periocular pode levar a alterações motoras palpebrais. O uso concomitante de indução anestésica (propofol) pode potencializar o efeito colateral indesejável em individuos suscetiveis.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: